Category: Clippings

EUA propõem taxa para emissões de metano da indústria de óleo e gás

US proposes tax on methane emissions from oil and gas industry
Por: Epbr Foto: Unplash Free Photos

O governo dos Estados Unidos apresentou na sexta (12/1) a proposta para taxar o metano excedente de grandes produtores de petróleo e gás que relatam emissões superiores a 25 mil toneladas de dióxido de carbono equivalente (CO2e) por ano em suas instalações.

Elaborada pela Agência de Proteção Ambiental (EPA), a medida atende diretrizes da Lei de Redução da Inflação (IRA, em inglês), que, entre outros pontos, fornece um pacote de subsídios para a transição energética da indústria.

A proposta é de uma cobrança gradual, já a partir de 2024, de uma taxa sobre as emissões excedentes de metano, começando em US$ 900/tonelada. Em 2025, esse valor está previsto para subir para US$ 1.200, chegando a US$ 1.500 em 2026.

Sancionada em 2022 pelo governo de Joe Biden, a IRA prevê mais de US$ 1 bilhão em subsídios para a indústria de óleo de gás investir em tecnologias de descarbonização, incluindo fundos para atividades associadas a poços convencionais de baixa produção, suporte para monitoramento de metano e financiamento para ajudar a reduzir as emissões.

A legislação também estabeleceu uma Taxa de Emissões Residuais para o metano de instalações de petróleo e gás que relatam emissões superiores a 25 mil toneladas de CO2/ano. A proposta da agência de proteção ambiental aborda detalhes sobre como a taxa será implementada, incluindo o cálculo do imposto e como as isenções serão aplicadas.

Segundo a EPA, o objetivo é incentivar instalações com altas emissões de metano a atender ou superar os níveis de desempenho estabelecidos pelo Congresso norte-americano.

Fonte: Portal Epbr

(...)

The United States government presented on Friday (12/1) the proposal to tax excess methane from large oil and gas producers that report emissions exceeding 25 thousand tons of carbon dioxide equivalent (CO2e) per year in their facilities.

Prepared by the Environmental Protection Agency (EPA), the measure meets guidelines of the Inflation Reduction Act (IRA), which, among other points, provides a package of subsidies for the energy transition of the industry.

The proposal is for a gradual collection, starting in 2024, of a tax on excess methane emissions, starting at US$900/tonne. In 2025, this value is predicted to rise to US$1,200, reaching US$1,500 in 2026.

Sanctioned in 2022 by the administration of Joe Biden, the IRA provides more than $1 billion in subsidies for the oil and gas industry to invest in decarbonization technologies, including funds for activities associated with low-production conventional wells, support for methane monitoring and financing to help reduce emissions.

The legislation also established a Residual Emissions Rate for methane from oil and gas facilities that report emissions exceeding 25,000 tons of CO2/year. The proposal from environmental protection agency addresses details about how the fee will be implemented, including the calculation of the tax and how exemptions will be applied.

According to the EPA, the objective is to encourage facilities with high methane emissions to meet or exceed performance levels established by the US Congress.

Source: Epbr Website News

More Clippings: